Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Blog da Rússia

Em detalhes, a cobertura da Copa do Mundo de 2018
Continua após publicidade

Jogadores da seleção imitaram o Quico na comemoração?

Jogadores afirmaram que foi uma imitação de cena do jogo Counter-Strike

Por Da redação
Atualizado em 2 jul 2018, 16h14 - Publicado em 2 jul 2018, 13h48

Na comemoração do primeiro gol brasileiro na vitória de 2 a 0 sobre o México, pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, os jogadores brasileiros fizeram um gesto curioso. Deitaram a cabeça sobre o braço, como se estivessem chorando, imitando a cena do famoso personagem Quico (ou Kiko, como passou a ser chamado em carreira-solo o ator Carlos Villagrán), do seriado Chaves.

Jogadores do Brasil comemoram o gol de Neymar (Michael Dalder/Reuters)

Seria uma provocação? Na zona mista, após o jogo, Neymar negou e falou se tratar de um famoso jogo. “É do Counter-Strike… Explica para eles, Couto”, se divertiu, chamando o meia Coutinho para explicar. Willian, que aparece ao lado de Neymar na comemoração, deu a mesma versão. Seria a imitação de um flashbang, em que os jogadores ficam atordoados após lançamento de granadas de luz e som.

Counter-Strike é um jogo de tiro que fez muito sucesso no começo dos anos 2000 e ainda se mantém entre um dos mais jogados do mundo.

Continua após a publicidade
O choro do personagem Quico (Foto/Reprodução)
Flashbang no Counter-Strike (YouTube/Reprodução)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.