Clique e assine a partir de 8,90/mês

Uma em cada 10 espécies de abelhas da Europa corre risco de extinção

Esta foi a primeira vez que todas as 1 965 espécies desses insetos no continente foram estudadas

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 16h05 - Publicado em 19 mar 2015, 18h05

Uma em cada dez espécies de abelhas silvestres da Europa está ameaçada de extinção, constatou um estudo publicado nesta quinta-feira pela União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês). Esta foi a primeira vez que todas as 1 965 espécies de abelhas europeias foram estudadas, incluindo dados de sua população, distribuição, tendências e ameaças.

O levantamento concluiu que, além de 9,2% das espécies estarem ameaçadas, outros 5% correm grande risco de entrar nessa lista em um futuro próximo. O documento mostrou ainda que 7,7% das espécies sofreram um declínio populacional, 12,6% estão estáveis e 0,7% estão aumentando. Os dados dos 79% restantes são desconhecidos, o que demonstra uma “alarmante falta de conhecimento e recursos”, como apontou Jean-Christophe Vié, do Programa Global de Espécies da IUCN.

Leia também:

As abelhas estão desaparecendo. E isso é preocupante

Abelhas domesticadas podem estar levando doenças fatais às primas silvestres

Causas – Perda de habitat devido ao aumento das plantações, uso de inseticidas, desenvolvimento urbano acelerado e mudanças climáticas são apontados pela organização como principais causas para esse fenômeno.

Abelhas são essenciais tanto para ecossistemas selvagens quanto para a agricultura. A polinização de plantações que esses animais realizam é estimada em 153 bilhões de euros em todo o mundo e 22 bilhões só para a Europa. Das principais plantações para consumo humano na Europa, 84% requerem polinizações de insetos.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade