Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Objeto espacial está chegando à Terra e cientistas não sabem sua origem

Batizado de WT1190F, o fragmento espacial entrará na atmosfera às 4h19 (horário de Brasília). Não há perigo de colisão – o mais provável é que ele se desintegre sobre o Oceano Índico

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h00 - Publicado em 12 nov 2015, 19h05

Um misterioso objeto espacial de pouco menos de dois metros de diâmetro chegará à Terra nessa sexta-feira (13) e os astrônomos ainda não sabem qual sua origem. Batizado de WT1190F, o objeto que é, provavelmente, oco e vestígio de alguma missão espacial (como destroços de foguetes ou painéis perdidos), está previsto para entrar na atmosfera às 4h19 (horário de Brasília) e não oferece qualquer perigo. De acordo com a Agência Espacial Europeia (ESA), se seguir a rota prevista, o objeto se desintegrará assim que entrar em contato com a atmosfera e, restando algum fragmento, ele deverá cair sobre o Oceano Índico, a 65 quilômetros da costa do Sri Lanka.

Leia também:

Vida na Terra pode ter surgido 300 milhões de anos antes que o esperado

Estrela misteriosa intriga cientistas. Seria vida extraterrestre?

O objeto foi detectado pelo Catalina Sky Survey, programa de monitoramento da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, que tem o objetivo de encontrar asteroides e cometas que estão se aproximando da superfície terrestre. Os detalhes foram publicados na revista Nature, no fim de outubro.

Objeto WT1190F

​De acordo com os cálculos feitos pelos cientistas, o WT1190F possui órbita elíptica e, assim que entrar na atmosfera terrestre, será completamente queimado. Os pesquisadores ainda não possuem pistas concretas que indicam a origem do objeto, porém, de acordo com Bill Gray, astrônomo da Nasa, esse material espacial já foi observado em 2012 e em 2013.

Objeto de estudo – Apesar das hipóteses, os astrônomos ainda não têm certeza do que é o WT1190F. No entanto, eles enfatizam que ele será um importante objeto de estudo, pois servirá como “ensaio” de teste de ideias para desviar da órbita da Terra um possível perigo real. A Agência Espacial Europeia (ESA) preparou um projeto de observação – que também contará com observações que serão feitas a bordo de navios e aviões – para acompanhar esse material espacial.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade