Clique e assine a partir de 9,90/mês

Novo videogame portátil Vita, da Sony, será lançado em 17 de dezembro no Japão

Por Por Karyn Poupee - Atualizado em 6 maio 2016, 17h00 - Publicado em 14 set 2011, 14h32

O novo console portátil de videogames Vita, da Sony, sairá à venda no Japão no dia 17 de dezembro, anunciou nesta quarta-feira o grupo japonês, na véspera do Tokyo Game Show, o maior salão de entretenimento interativo da Ásia.

O PlayStation Vita, que poderá se conectar a redes de celulares 3G ou Wi-Fi, terá duas versões, vendidas respectivamente a 29.980 ienes (376 dólares) e 24.980 ienes (315 dólares).

Na Europa e nos Estados Unidos o aparelho não chegará até o início de 2012, perdendo o grande mercado do período de Natal.

A Sony afirmou ter sido obrigada a lançar o aparelho em datas diferentes para estar em condições de suprir cada país com um número suficiente de jogos.

Continua após a publicidade

Desta maneira, quer evitar as dificuldades que seu rival Nintendo sofre atualmente com seu console 3DS, colocado no mercado há alguns meses, mas sem jogos suficientes, apesar de sua capacidade de apresentar imagens em relevo.

Para impulsionar as vendas de seu aparelho, a criadora do Super Mario, do Pokemon ou Zelda também se viu obrigada a abaixar o preço entre 30% e 40%.

Por sua vez, na terça-feira, a Nintendo anunciou uma nova coleção de cerca de trinta títulos específicos para este console.

Diante deste desafio, a Sony afirmou dispor atualmente de 100 títulos Vita em desenvolvimento, dos quais 26 estarão disponíveis quando o aparelho começar a ser vendido no Japão.

Continua após a publicidade

O Vita, que se inclui na linha dos modelos PSP (PlayStation Portátil), do qual foram vendidos 71,4 milhões de exemplares no mundo, possui várias vantagens técnicas, como uma câmera, um captor GPS (versão 3G), assim como uma tela sensível ao toque.

“No entanto, o atrativo deste console, que permitirá aumentar o público fã do videogame, dependerá sobretudo da imaginação dos criadores de conteúdos”, destacou Hiroshi Kawano, presidente da Sony Computer Entertainment, em uma coletiva de imprensa em Tóquio.

O grupo deseja apresentar seu novo invento como um objeto de “entretenimento” para um público amplo, e não como uma máquina reservada a um número menor de fãs.

Além dos jogos, o Vita permite ver filmes e outros vídeos, ouvir música e entrar em sites da internet ou em redes sociais como Facebook ou Twitter.

Continua após a publicidade

O PlayStation Vita, que será apresentado neste fim de semana aos visitantes do Tokyo Game Show, chegará ao mercado num momento em que aumenta a concorrência com o crescimento do entretenimento barato ou gratuito, proporcionado pelos telefones celulares com tela sensível ao toque ou pelos tablets.

Assim, os fabricantes de consoles encontram-se atualmente em uma situação paradoxal: por um lado, graças às redes e à quantidade de aparelhos e conteúdos, o entretenimento on-line se democratizou enormemente, o que para eles é uma grande oportunidade, mas ao mesmo tempo há cada vez mais consoles para utilizar, retirando de seu alcance uma potencial clientela.

Publicidade