Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Novo coronavírus é encontrado em morcegos na Ásia

Com uma taxa de 91,5% de semelhança com o SARS-CoV-2, o vírus recém-descoberto aponta para a presença de mais coronavírus no continente do que se pensava

Por Sabrina Brito Atualizado em 12 fev 2021, 09h44 - Publicado em 11 fev 2021, 13h23

Um novo estudo revelou a descoberta de um novo tipo de coronavírus encontrado em morcegos de uma caverna localizada na Tailândia. A pesquisa foi publicada no último dia 9 no periódico científico Nature Communications.

O vírus, denominado RacCS203, compartilha 91,5% de seu material genético com o SARS-CoV-2, causador da covid-19. De acordo com os cientistas responsáveis pelo estudo, o vírus não pode ser transmitido diretamente de morcegos para humanos, mas pode ser contagioso se infectar um hospedeiro intermediário, a exemplo do pangolim.

Uma centena de morcegos e uma dezena de pangolins foram analisadas e investigadas pela equipe entre fevereiro e julho de 2020. A pesquisa indica que o grupo dos coronavírus pode ser muito mais comum no continente asiático do que se pensava, abrangendo muito mais do que a China.

Embora admitam que as amostras analisadas são limitadas, os pesquisadores afirmam que coronavírus bastante parecidos com o vírus causador da pandemia estão presentes em morcegos de muitas regiões da Ásia. A descoberta estende em cerca de 4,8 mil quilômetros a área da provável origem do SARS-CoV-2.

Continua após a publicidade
Publicidade