Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nasa pode examinar interior de Marte em 2016

Missão Geophysical Monitoring Station (GEMS) propõe estudar a estrutura e a composição do planeta vermelho, mas concorre com outros dois projetos

A Nasa (agência espacial americana) selecionou três projetos dos quais escolherá um para levar a cabo em 2016. Entre os planos, há uma missão para investigar o interior de Marte pela primeira vez.

Outro projeto que pode ser implementado pretende estudar o mar extraterrestre de uma das luas de Saturno. Há ainda a hipótese de analisar detalhes do núcleo de um cometa. Cada um dos projetos é desenvolvido por uma equipe de pesquisadores.

Cada equipe de investigação receberá 3 milhões de dólares para desenvolver o conceito da missão, os estudos preliminares e analisar do projeto. Em 2012, a Nasa fará uma revisão dos trabalhos e selecionará um para concentrar os esforços. A missão tem de ter custo máximo de US$ 425 milhões, sem incluir o veículo com o qual será feito o lançamento dos instrumentos desenvolvidos para ela.

As pesquisas selecionadas “podem revelar muito sobre a formação do nosso sistema solar e seu processo dinâmico”, indicou a Nasa em comunicado no qual destacou que quaisquer dos projetos contribuirão para aprimorar a tecnologia para futuras missões planetárias.

Missões – A missão Geophysical Monitoring Station (GEMS) propõe estudar a estrutura e a composição de Marte e avançar no entendimento da evolução e da formação dos planetas.

Já o Titan Mare Explorer (Time) proporcionaria a primeira prospecção direta de um mar e seu entorno ambiental fora da Terra, aterrissando e flutuando no mar composto de etano e metano de Titã, uma das luas de Saturno.

O último projeto, intitulado Comet Hopper, teria o objetivo de estudar a evolução de um cometa aterrissando várias vezes e observando as mudanças sofridas pela interação com o sol.

(Com agência EFE)