Clique e assine a partir de 9,90/mês

Nasa lança cápsula Orion, promessa de retomada de missões tripuladas

A nave decolou às 10h05 (horário de Brasília), na base de Cabo Canaveral, na Flórida, a bordo do foguete Delta IV

Por Da Redação - Atualizado em 6 maio 2016, 16h08 - Publicado em 5 dez 2014, 09h57

A cápsula Orion, da Nasa, foi lançada com sucesso nesta sexta-feira para seu primeiro voo de teste. A nave decolou às 10h05 (horário de Brasília), na base de Cabo Canaveral, na Flórida, a bordo do foguete Delta IV.

O veículo marca o retorno dos Estados Unidos às missões espaciais tripuladas, limitadas à órbita terrestre desde a última expedição lunar, há mais de 40 anos. A expectativa é que, com a Orion, se tornem possíveis missões tripuladas para um asteroide e para Marte nas próximas décadas.

O lançamento, inicialmente previsto para ontem, foi adiado em virtude de uma série de problemas: a presença de um barco no litoral da Flórida, fortes rajadas de vento e um problema técnico com uma das válvulas de combustível e drenagem do foguete.

Leia mais:

Continua após a publicidade

Nasa planeja produzir oxigênio em Marte

Missão árabe planeja chegar a Marte em 2021

Primeiro teste – No voo de teste, sem tripulação, a sonda vai dar duas voltas ao redor da Terra, percorrendo mais de 96.000 quilômetros e atingindo altitude de 5.800 quilômetros, cerca de catorze vezes a distância da Estação Espacial Internacional (ISS) em relação à Terra. O pouso ocorrerá cerca de quatro horas e meia depois, no oceano Pacífico.

Durante a descida de volta ao planeta, a nave vai ultrapassar os 32.000 quilômetros por hora, gerando temperaturas de até 2.200 graus Celsius – 80% da temperatura que seria atingida por uma missão lunar.

Publicidade