Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jovem encontra o objeto cristão mais antigo da Dinamarca

Crucifixo de ouro da primeira metade do século X pode mudar o que se sabia até então sobre o início do cristianismo no país

Um jovem dinamarquês com um detector de metais amador fez uma descoberta que poderá mudar o que se sabia até então sobre o início do cristianismo na Dinamarca, reportou nesta quinta-feira o jornal britânico The Independent. Dennis Fabricius Holm estava aproveitando sua tarde de folga do trabalho quando encontrou um pingente de crucifixo, perto da aldeia de Aunslev, no sul do país. “Desde que eu limpei a lama e vi a joia, eu não tenho sido capaz de pensar em qualquer outra coisa.”, disse Holm à imprensa local.

Leia também:

Enigma da tumba de Tutancâmon está prestes a ser revelado

Pingente de 11.000 anos é evidência mais antiga de arte do mesolítico na Grã-Bratenha

Entusiasmado, Dennis resolveu tornar o caso público e postou as fotos no Facebook. Após milhares de “curtidas” e comentários, ele foi encorajado a levar o objeto para o arqueólogo e curador Malene Refshauge Beck, do Museu Østfyns, na ilha dinamarquesa de Funen. O especialista identificou o crucifixo como feito na primeira metade do século X, o que torna a peça o mais antigo sinal do cristianismo na Dinamarca. Antes, uma rocha com um relevo de Jesus crucificado em sua superfície, datada de 965, era o objeto cristão mais antigo já encontrado no país.

O pingente localizado por Dennis pesa 13,2 gramas, mede cerca de 4 centímetros e é de ouro. O arqueólogo acredita que a peça foi usada por uma mulher e esculpida por um artesão de Birka. Essa região foi um importante centro comercial que movimentou mercadorias da Escandinávia, Europa Central e Oriental e no Oriente, durante a era viking. Atualmente, o local é um sítio arqueológico considerado patrimônio mundial da humanidade pela Unesco.

Cristianismo na Dinamarca – O crucifixo pode ajudar nos estudos e pesquisas sobre a introdução da religião no país. Antes da descoberta da peça, acreditava-se que o cristianismo havia chegado à Dinamarca por volta do ano de 965, através do rei Herald I. A fé cristã substituíu a mitologia nórdica dos vikings, conquistando rapidamente a nobreza. “O impacto da descoberta é tal que o registro histórico terá de ser ajustado. Nos últimos anos, encontramos cada vez mais sinais de que o cristianismo era difundido no país mais cedo do que se pensava, e agora essa é a evidência mais clara”, afirmou o historiador.

(Da redação)