Clique e assine a partir de 8,90/mês

Hospital francês anuncia o 1º transplante total de rosto

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 17h16 - Publicado em 8 jul 2010, 10h40

O hospital francês Henri Mondor anunciou ter realizado com sucesso o primeiro transplante total de rosto do mundo, informou nesta quinta-feira o jornal francês Le Parisien/Aujourd’hui. Segundo o professor Laurent Lantieri, chefe do serviço de cirurgia plástica e reconstrutiva do Centro Hospitalar Universitário, esta nova intervenção cirúrgica foi realizada nos dias 26 e 27 de junho em um homem de 35 anos, afetado por uma doença genética que deformava seu rosto. A operação mobilizou vários cirurgiões.

Lantieri disse que não considera o anúncio feito em abril por uma equipe médica espanhola, que afirmou ter feito o primeiro transplante total de rosto no Hospital Universitário Vall d’Hebron de Barcelona. “Nós somos os únicos que até o momento transplantamos um rosto completo, com as pálpebras e todo o sistema lacrimal. Estou orgulhoso porque isso foi realizado na França.” O procedimento francês consistiu em extrair todo o rosto de uma pessoa falecida, incluindo a boca e as pálpebras, e transplantá-lo numa pessoa viva.

Pós-operatório – O paciente “se encontra bem, comendo e falando, e a barba já começou a crescer em seu novo rosto”, informou o professor. Porém, do ponto de vista fisiológico, ele ainda corre riscos de infecção e rejeição, e também precisa passar por um tratamento psicológico. “Atualmente sabe-se que o novo rosto toma as formas da ossatura que o recebe e que não há nenhum risco de confusão”, salientou.

Para Lantieri, além do próprio enxerto, esses transplantes ajudarão muito a evolução nos estudos relacionados a vários setores, como imunologia. O cirurgião declarou que já recebeu autorização para realizar outros cinco enxertos. “Gostaria de utilizá-los em queimados graves, que tecnicamente ainda apresentam problemas”, adiantou.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade