Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA têm início de ano mais quente da história

País registrou seus primeiros oito meses mais quentes desde que as medições começaram, em 1895, anunciou a Administração Nacional Oceanográfica e Atmosférica

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h27 - Publicado em 10 set 2012, 21h47

Os primeiros oito meses de 2012 foram os mais quentes da história dos Estados Unidos, comparados com o mesmo período desde 1895, quando as medições foram iniciadas. A Administração Nacional Oceanográfica e Atmosférica dos Estados Unidos afirmou nesta segunda-feira que a temperatura média de janeiro a agosto deste ano foi de 14,8 ºC (58,7 ºF), batendo o recorde de 2006 e ficando 2,2 ºC (4,0 graus F) acima da média de todo o século 20.

Apenas o estado de Washington, no noroeste do Pacífico, teve temperaturas próximas à sua média, apesar de, como a maioria do país, sofrer com um clima mais seco que o habitual, segundo a agência. Os últimos 15 meses registraram temperaturas acima da média, algo que nunca havia sido registrado antes.

Além disso, o verão de 2012 foi o terceiro mais quente na história do país. Em agosto, a temperatura média nos Estados Unidos (excetuando os estados do Alasca e Havaí) foi de 23,6 ºC (74,4 ºF). Acima da média do século 20, foi o 16º mês de agosto mais quente, de acordo com os registros. E não foi somente o verão que foi quente: o inverno e a primavera também ficaram entre os cinco mais quentes da história.

O planeta apresentou uma série de temperaturas recordes na última década. Os cientistas as atribuem à mudança climática derivada da produção industrial de dióxido de carbono, que causou aumento das temperaturas, além de uma maior frequência de desastres naturais.

Mapa mostra, em graus Fahrenheith, a diferença das temperaturas registradas no verão de 2012 para as temperaturas médias do verão registradas desde 1895, quando a medição começou

(Com Agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade