Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Estudo mapeia regiões mais propensas ao surgimento de novos coronavírus

China, Japão, Tailândia e Filipinas são possíveis 'hotspots' para outros vírus do tipo

Por Sabrina Brito Atualizado em 3 jun 2021, 12h51 - Publicado em 3 jun 2021, 12h15

Uma nova pesquisa buscou identificar as áreas do mundo com maiores chances de abrigarem morcegos que carregam novos tipos de coronavírus. Além disso, as condições climáticas e geográficas dessas regiões fazem com que elas sejam apropriadas para que o vírus passe de animais para humanos.

Mapa
O mapa elaborado pelos pesquisadores mostra norte da África, Europa, Oriente Médio, Índia, parte da China, Japão e Sudeste Asiático: as áreas vermelhas são de alto risco de surgimento de novos coronavírus // Nature/Divulgação

De acordo com o estudo, características como fragmentação florestal, expansão da agricultura, densidade populacional e concentração da produção pecuária são fatores que podem tornar o ambiente apropriado para o contágio. Assim, o Sudeste Asiático e a China despontam como locais prováveis de abrigarem novos contágios por outros coronavírus.

O levantamento, publicado na última segunda-feira na revista científica Nature Food, indica a importância de se atentar a aspectos de risco, como o desmatamento, uma vez que eles contribuem para a disseminação de doenças. Segundo um relatório da Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, quase 33% das doenças que surgiram desde a década de 60, como o ebola, estão relacionadas a mudanças no uso da terra.

Publicidade