Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eduardo Paes assume presidência do grupo de prefeitos C40, em Nova York

Prefeito do Rio comandará o grupo por três anos, a partir de fevereiro, quando será empossado na conferência de Joanesburgo

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, foi oficialmente anunciado nesta terça-feira como próximo presidente do grupo C40, que reúne líderes das grandes cidades do mundo para decidir e adotar medidas contra as mudanças climáticas. Primeiro prefeito de uma cidade de país emergente a comandar o C40, Paes teve sua indicação ao posto articulada durante a conferência Rio+20, em junho de 2012, quando a cidade recebeu um encontro de lideranças no Forte de Copacabana.

À frente do C40, Eduardo Paes terá ampliada sua visibilidade internacional – já bastante explorada como prefeito da cidade da Olimpíada de 2016 e de uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. A transmissão da presidência do C40 ocorrerá em fevereiro, durante a conferência de prefeitos do C40, em Joanesburgo, quando receberá o cargo das mãos de Michael Bloomberg, prefeito de Nova York em fim de mandato.

Como presidente do C40, Paes vai definir a direção estratégica da organização a partir do legado de Bloomberg, que estabeleceu o C40 como a organização líder mundial em ações climáticas. Como presidente do Conselho, o prefeito Bloomberg vai gerenciar as operações diárias da equipe e será o conselheiro do novo presidente e da organização.

A impostância internacinoal do C40 é crescente, em função do grande poder de mobilização e do impacto que têm as decisões em nível municipal para o meio ambiente. Políticas de redução de emissão de poluentes, mudanças no transporte urbano e nas normas de ocupação do solo têm, quando adotadas em conjunto, poder igual ou maior que os acordos articulados pelas Nações Unidas, com abrangência internacional.

Em nota, a prefeitura do Rio divulgou a seguinte declaração de Eduardo Paes: “Assumir a presidência da C40 é uma oportunidade fantástica para o Rio e para o Brasil. O Rio é a primeira cidade de um país em desenvolvimento do Hemisfério Sul a assumir a presidência. (…) Os prefeitos têm uma enorme capacidade de tomar decisões e impactar na vida das pessoas muito diretamente. Os prefeitos vivem o dia a dia das pessoas. É o que chamo de diplomacia das cidades”.

O Rio vai receber, entre os dias 8 e 10 de dezembro, a primeira edição latino-americana de um encontro da Clinton Global Initiative (CGI), organização criada pelo ex-presidente americano Bill Clinton e dedicada à sustentabilidade e à busca de soluções para cidades e países em desenvolvimento. Mais uma vez, parte do primeiro time mundial empenhado em discutir as mudanças climáticas estará no Brasil.

LEIA TAMBÉM:

Rio+20 – ‘Cidades podem liderar transformação sustentável’, defende Bill Clinton