Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Descoberta de fóssil sugere onde homens e neandertais acasalaram

Segundo cientistas, as duas espécies podem ter cruzado na região da Galileia há 55.000 anos

Parte de uma caveira recuperada numa caverna em Israel está lançando luz sobre um momento crucial do início da história humana: o período em que homens e seus parentes mais próximos, os neandertais, acasalaram.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Levantine cranium from Manot Cave (Israel) foreshadows the first European moderns humans

Onde foi divulgada: periódico Nature

Quem fez: Israel Hershkovitz, Bruce Latimer, Ofer Marder, entre outros

Instituição: Universidade de Tel Aviv, em Israel, entre outros

Resultado: Crânio encontrado em uma caverna em Israel revela que homens e neandertais coexistiram há cerca de 55.000 anos e podem ter se acasalado ali.

Os europeus modernos herdaram cerca de 4% de seus genes dos neandertais, sugerindo que em algum momento o Homo Sapiens cruzou com essa espécie. Até hoje, no entanto, os cientistas não sabem onde e quando esse encontro aconteceu.

O fragmento de crânio foi desenterrado na caverna Manot, na Galileia. Suas características sugerem tratar-se de um Homo sapiens que viveu há cerca de 55.000 anos, período em que se acredita que os membros de nossa espécie estivessem saindo da África. Perto da caverna há outros dois lugares onde foram encontrados fósseis de neandertais da mesma época.

Leia também:

Neandertais coexistiram com os humanos na Europa por até 5,4 mil anos

Dentro de cada humano mora um neandertal

(Com Reuters)