Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Como era a primeira bactéria de todas?

Provável formato e rede metabólica da mais antiga das bactérias foram estimados em nova pesquisa

Por Sabrina Brito Atualizado em 1 abr 2021, 15h04 - Publicado em 1 abr 2021, 14h48

Um novo estudo, publicado no periódico científico Communications Biology, relata detalhes de um esforço para prever a bioquímica da primeira bactéria que viveu na Terra. Quase tão antigas quanto a vida em si, as bactérias têm um papel importantíssimo na natureza, e descobrir mais sobre sua origem pode ajudar a entender a biologia como um todo.

De acordo com os pesquisadores, a primeira bactéria, apelidada de LBCA (Last Bacterial Common Ancestor, ou último ancestral em comum das bactérias), teria vivido há cerca de 3,5 bilhões de anos. Ao longo do estudo, os cientistas analisaram os genomas de mais de mil bactérias capazes de viver sem oxigênio, o qual não estaria disponível na Terra no período.

Nesse processo, foram identificadas 146 famílias de proteínas conservadas em todas as bactérias analisadas – ou seja, peças que elas devem ter herdado de seu ancestral comum. Depois disso, os especialistas usaram métodos estatísticos para prever quais bactérias modernas são mais similares à LBCA.

Como resultado, foram obtidas informações que podem ser essenciais na busca por novos seres unicelulares e para a compreensão da vida na Terra em seus primórdios. Ainda segundo os cientistas, a primeira bactéria a existir provavelmente era um bacilo, possivelmente capaz de produzir esporos.

Continua após a publicidade

Publicidade