Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cientistas detectam supernova 11 horas após explodir

Observação da estrela ajudará a entender como elas nascem e morrem

Uma supernova foi detectada apenas 11 horas depois de sua explosão por uma equipe internacional de cientistas, o que ajuda na compreensão deste fenômeno cósmico, noticiou esta quarta-feira a revista Nature.

Saiba mais

SUPERNOVA

Supernova é o nome dado à explosão de estrelas com massa dez vezes (ou mais) maior que a do Sol. É um evento raro, ocorrendo a cada 50 anos na Via Láctea. Uma supernova pode ser tão brilhante quanto uma galáxia, mas com o passar do tempo a luminosidade diminui até ela se tornar invisível. O processo todo geralmente ocorre em semanas ou meses. Durante a explosão, cerca de 90% da massa estelar é expulsa. Por causa do brilho intenso, são comumente usadas como pontos de referência no universo para cálculo de distância entre os corpos.

A equipe de cientistas testemunhou, em 24 de agosto passado, a liberação espetacular de luz e energia causada pela supernova chamada SN 2011fe – a supernova mais próxima da Terra descoberta em 25 anos, a 20,9 milhões de anos-luz.

“Detectamos a supernova apenas 11 horas depois de explodir, assim pudemos calcular o momento da explosão em 20 minutos”, informou Peter Nugent, do Laboratório Lawrence Berkeley, autor de um dos estudos publicados pela Nature sobre esta observação.

“É, sem dúvidas, a explosão do gênero mais bem documentada da história. Graças a isso, poderemos entender no futuro como supernovas mais distantes são formadas”, afirma o estudo.

(Com Agência France-Presse)