Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cientistas brasileiros viajam ao Polo Sul para estudar evolução do clima

Santiago do Chile, 15 dez (EFE).- Cientistas brasileiros e chilenos iniciarão nesta sexta-feira uma viagem ao Polo Sul, justo quando se completam 100 anos da chegada do explorador norueguês Roald Amundsen, para extrair um cilindro de gelo que permitirá compreender a evolução do clima nos últimos 500 anos.

Segundo informou o Instituto Antártico Chileno (Inach), a expedição, composta por 15 brasileiros e dois chilenos, partirá nesta sexta-feira desde a cidade chilena de Punta Arenas, no extremo sul do continente americano.

Os 17 cientistas viajarão ao Círculo Polar Antártico e chegarão à geleira União, situada na Cordilheira Heritage, nas montanhas Ellsworth, onde permanecerão por 35 dias e terão de suportar temperaturas de até 35 graus negativos.

Lá os pesquisadores extrairão um cilindro de gelo desde 150 metros de profundidade, tomarão mostras do ar para analisar seus componentes e desenvolverão estudos de geomorfologia da geleira para conhecer os processos que originam seu relevo.

Segundo explica o cientista brasileiro Jefferson Simões, o estudo do cilindro de gelo permitirá saber como se desenvolveu a história do clima dos últimos 500 a 2 mil anos na Antártica, a fim de ligar as informações com o clima da América do Sul.

O projeto tem um custo de US$ 1 milhão para um período de três anos e também conta com as participações de Estados Unidos e Nova Zelândia. EFE