Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

China lança missão tripulada para completar estação espacial

Foguete que leva os três astronautas sai de Jiuquan nesta quinta-feira, 17, às 22h22, no horário do Brasil

Por Da Redação Atualizado em 17 jun 2021, 12h36 - Publicado em 16 jun 2021, 18h13

A China lançará na quinta-feira, 17, três astronautas ao espaço, no primeiro voo tripulado de uma série que tem como objetivo completar a estação espacial do país até o fim do ano que vem. Nie Haisheng, Liu Boming e Tang Hongbo viajarão na espaçonave Shenzhou-12, lançada por um foguete Longa Marcha-2F Y12, previsto para decolar às 9h22 (22h22 desta quarta-feira, 16, no horário do Brasil), do centro de lançamento de Jiuquan, no noroeste da China.

Posteriormente, a Shenzhou-12 será acoplada ao módulo central da estação espacial em órbita Tianhe, formando um complexo a nave de carga Tianzhou-2. Os astronautas ficarão posicionados no módulo central e permanecerão em órbita por três meses.

Shenzhou-12, que significa “Embarcação Divina” em chinês, é a terceira das 11 missões necessárias para construir a estação espacial da China. A China lançou Tianhe em 29 de abril e Tianzhou-2 em 29 de maio. Os dois módulos atracaram em 30 de maio, esperando a primeira missão tripulada para desempacotar a carga.

Nie, 56 anos, ex-piloto da Força Aérea, será o astronauta chinês mais velho a ir ao espaço. Embora os primeiros tripulantes do Tianhe sejam todos homens, as mulheres farão parte das futuras tripulações, disseram as autoridades.

Liu, 54 anos, cujo único voo anterior, em 2008, incluiu a primeira caminhada espacial da China, disse que deve haver várias atividades durante a missão, à medida que os astronautas realizam seus experimentos científicos, conduzem a manutenção e preparam o módulo central Tianhe, Harmonia Celestial em chinês, para receber dois outros módulos serão enviados no próximo ano.

Pequim não participa da Estação Espacial Internacional, em grande parte devido às preocupações dos EUA sobre o sigilo do programa espacial chinês e suas conexões militares. Apesar disso, espera-se que missões científicas estrangeiras e possivelmente astronautas estrangeiros visitem a estação chinesa no futuro, disse o diretor assistente da Agência Espacial Tripulada da China, Ji Qiming, a repórteres em Jiuquan.

A última missão de vôo tripulado da China foi em 2016, quando dois homens – Chen Dong e Jing Haipeng – foram enviados pela espaçonave Shenzhou-11 para o módulo Tiangong-2, um protótipo da estação espacial onde permaneceram por cerca de um mês. Os astronautas reserva para a missão na quinta-feira são Zhai Zhigang, 54 anos, Wang Yaping, 41 anos, e Ye Guangfu, 40 anos.

Continua após a publicidade
Publicidade