Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Arqueólogos encontram estátua do faraó Amenófis III

Escultura foi destruída por terremoto que aconteceu no ano 27 antes de Cristo

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 17h08 - Publicado em 26 abr 2011, 19h09

Arqueólogos egípcios descobriram uma enorme estátua de Amenófis III, uma das maiores do faraó, perto de Luxor, no sul do Egito. O anúncio foi feito nesta terça-feira em comunicado da Secretaria de Estado para as Antiguidades.

Pedaços da estátua de Amenófis III, encontrada por arqueólogos egípcios perto de Luxor, Egito. A escultura em quartzita, com mais de 13 metros de altura, foi encontrada em sete pedaços no templo funerário de Amenófis III em Kom al Hitan

A escultura, com mais de 13 metros de altura, foi encontrada em sete pedaços no templo funerário de Amenófis III em Kom al Hitan. Segundo o comunicado, trata-se de uma das duas estátuas colocadas na entrada norte do templo, que provavelmente foram destruídas por um terremoto ocorrido no ano 27 antes de Cristo. A estátua, cuja cabeça ainda não foi encontrada, estava enterrada desde então. A outra estátua deve ser retirada em breve.

“A missão arqueológica trabalha agora para limpar, reunir e restaurar as sete partes para colocá-las no lugar e procurar a cabeça da estátua”, acrescentou a secretaria.

Amenófis III, que reinou no Egito entre 1390 e 1352 antes de Cristo, foi o pai de Akenaton, “o faraó herege”, considerado um precursor do monoteísmo porque tentou impor o culto exclusivo a Aton, e avô de Tutancamon.

(Com Agência France Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade