Clique e assine com até 92% de desconto

Turbina solta chamas e avião retorna a aeroporto em SP

O comandante avisou os tripulantes de que não se tratava de um problema grave, mas que teria de retornar ao aeroporto

Por Da Redação 22 set 2011, 16h47

Um avião com 54 passageiros foi obrigado a retornar ao aeroporto de São José do Rio Preto, na manhã desta quinta-feira, depois que uma das turbinas do aparelho – um turboélice ATR 72-200 – soltou fogo e faíscas em pleno voo.

A aeronave, da Azul Linhas Aéreas, que fazia o voo 4311 com destino a Campinas, decolou do aeroporto professor Eribelto Manoel Reino às 6h11, mas 12 minutos depois aterrissou de volta, liberando rapidamente a tripulação e os passageiros, que desceram em segurança. Ninguém se feriu. O aparelho passa por avaliação mecânica.

Alguns passageiros disseram que viram o momento em que o avião apresentou a pane. “Vi quando uma turbina do lado esquerdo, próxima da asa, soltou uma tocha de fogo, que logo depois se transformou em faíscas”, contou o empresário Paulo Eugênio, um dos passageiros, em entrevista à TV Tem.

O comandante avisou os tripulantes de que não se tratava de um problema grave, mas que teria de retornar ao aeroporto. A Azul Linhas Aéreas distribuiu nota informando que o problema foi causado por um objeto não-identificado, que foi sugado pela turbina do avião no momento da decolagem, mas que não atrapalhou o desempenho do aparelho durante voo.

“Tal fato não afetou a potência do motor, entretanto, por uma questão de segurança, o comandante resolver retornar ao ponto de origem para uma averiguação completa dos possíveis danos ao turboélice”, diz a nota. De acordo com a assessoria da Azul, os passageiros tiveram de esperar por três horas até serem embarcados num jato Embraer-195, disponibilizado pela companhia, uma vez que o voo das 10h15 seria feito com o mesmo aparelho que apresentou problemas.

No total, 118 pessoas embarcaram no voo das 10h15 com destino a Campinas. Apenas dois passageiros do voo das 6h11, que perderam conexões em São Paulo, decidiram não viajar.

(Com Agência Estado)

LEIA TAMBÉM:

Falha no motor provocou queda de avião em Recife

Continua após a publicidade
Publicidade