Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump, Temer e Marcelo Crivella nas manchetes de 07/03/17

Os principais jornais do país trazem medidas duras contra estrangeiros nos Estados Unidos e para os aposentados no Brasil

Os jornais desta terça-feira trazem medidas duras contra os cidadãos. Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump assinou novo decreto que proíbe de maneira temporária a entrada de pessoas de seis países no território americano. No Brasil, o presidente Michel Temer diz não abrir mão de uma idade mínima para a aposentadoria. Já no Rio de Janeiro, o prefeito Marcelo Crivella  pretende estender para parte dos aposentados e pensionistas a alíquota de 11%, cobrada hoje dos funcionários da ativa.

Confira as manchetes e outros destaques de jornais brasileiros na manhã desta terça-feira:

Folha de S. Paulo (SP)
Trump cria decreto para barrar imigrantes
Depois de adiar o anúncio por duas semanas, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um novo decreto proibindo temporariamente a entrada de cidadãos de países de maioria muçulmana e de refugiados, retirando o Iraque da lista das nações vetadas. Em sua primeira tentativa de conter as imigrações, o projeto foi barrado pela Justiça.

Temer diz não abrir mão de idade mínima na previdência
Diante da resistência de integrantes da base do governo em apoiar pontos da reforma da Previdência, o presidente Michel Temer decidiu assumir pessoalmente a negociação com a Câmara dos Deputados e estabeleceu limites para negociar sua proposta. Nos bastidores, Temer tem dito que não abre mão da idade mínima, entre outros pontos de sua proposta.

O Estado de S.Paulo (SP)
Com PIB fraco, Temer lança pacote com novas concessões
Em busca de um contraponto para a crise política e a queda do Produto Interno Bruto, o governo anuncia nesta terça-feira um pacote de 55 concessões que passarão a integrar a carteira do Programa de Parcerias de Investimentos. A lista terá uma novidade: a privatização de 15 companhias de saneamento estaduais.

O Globo (RJ)
Crivella quer taxar os servidores aposentados
A proposta defendida pelo prefeito Marcelo Crivella para estancar o avanço do déficit previdenciário, que deve chegar a R$ 3 bilhões no fim deste ano, caiu como uma bomba entre os servidores municipais. A ideia é estender para parte dos aposentados e pensionistas a alíquota de 11% sobre o benefício, cobrada hoje apenas dos funcionários da ativa.

Valor Econômico (SP)
Para AGU, acordo de leniência não destrava crédito do BNDES
A ministra-chefe da Advocacia-Geral da União, Grace Mendonça, disse que o acordo de leniência fechado entre o Ministério Público Federal (MPF) e a Odebrecht não assegura que o grupo volte a receber recursos de instituições oficiais de crédito

Zero Hora (RS)
PF prende médicos suspeitos de cobrar cesáreas pelo SUS
A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda-feira, uma operação que investiga a cobrança indevida de partos integralmente cobertos pelo Sistema Único de Saúde. Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva em Itaqui, na fronteira oeste do Estado.

O Liberal (PA)
Estados pagam R$ 35,8 mi por ano a ex-governadores
Endividados e em crise financeira, os governos estaduais gastam pelo menos 35,8 milhões de reais por ano com o pagamento de pensões a ex-governadores do Pará e seus dependentes. Os pagamentos são legais, mas tramitam na Justiça várias ações que questionam essas pensões.

A Tarde (BA)
Agências da Caixa vão abrir sábado para saque do FGTS
Na expectativa de um volume muito grande de saques das contas inativas do FGTS, a Caixa Econômica Federal (CEF) decidiu abrir as portas de 1.840 agências no próximo sábado. Das 4,2 mil unidades de atendimento, a instituição escolheu as agências com o maior número de clientes para prestar atendimento nessa data.

Correio Braziliense (DF)
Projeto acaba com supersalários em estatais do DF
O Governo do Distrito Federal quer impedir que servidores de empresas públicas recebam acima do teto estabelecido pela Constituição para o DF: 30,4 mil reais é quanto ganha um desembargador. A decisão foi tomada depois que supersalários da administração indireta vieram à tona.

O Estado de Minas (MG)
A cada hora, 15 mulheres são agredidas em Minas
A cada hora, 15 mulheres são vítimas de estupros, torturas, espancamentos, humilhações, homicídios, roubos e outras formas de agressão no ambiente doméstico e familiar em Minas Gerais.  43% dos agressores são os próprios companheiros ou namorados das vítimas.