Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Thor Batista sofre nova derrota na Justiça

Filho de Eike Batista não consegue recuperar carteira de motorista

Por Da Redação 30 nov 2012, 14h59

A Justiça do Rio voltou a negar o direito de dirigir a Thor Batista, nesta sexta-feira. Por decisão do desembargador Sergio de Souza Verani, do Tribunal de Justiça (TJ-RJ), segue suspensa a carteira de motorista do filho de Eike Batista. Ainda cabe recurso.

O jovem perdeu a habilitação depois que atropelou e matou um ciclista em março, e deveria permanecer sem dirigir por um ano. Em julho, ele teve a carteira de volta por meio de uma liminar, mas em outubro, foi obrigado a entregar a licença novamente ao Detran.

A próxima audiência sobre o caso deve ocorrer no próximo dia 13, de acordo com o TJ-RJ. Nesta ocasião, Thor será ouvido e o advogado dele pode fazer uma nova tentativa de recuperar sua habilitação.

Atropelamento – O acidente ocorreu em 17 de março na Rodovia Washington Luís. O filho de Eike dirigia a Mercedes-Benz SLR McLaren a 135 km/h, segundo a perícia da Polícia Civil. A velocidade máxima permitida na via é de 110 km/h. Os advogados de Thor contestam a perícia e alegam que, segundo laudo particular, o carro estava trafegando com velocidade entre 87,1 km/h e 104,4 km/h.

De acordo com informações da denúncia, momentos antes do acidente que matou o ciclista Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, o filho do empresário chegou a ultrapassar um ônibus pela faixa da direita e repetiu a manobra ao ultrapassar um carro. Thor é acusado de homicídio culposo (sem intenção), cuja pena é de 2 a 4 anos de prisão.

Leia também:

Thor vai à missa de sétimo dia do ciclista que atropelou

Confira o depoimento de Thor após o acidente

Thor Batista desabafa no Twitter: ‘Fiquei sem reação’

Continua após a publicidade
Publicidade