Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Suspeito de atacar Porta dos Fundos é procurado pela Interpol

Por enquanto, o economista foi o único identificado pela Polícia Civil por participar do ataque ao grupo humorístico que fez piada da religião cristã

Por Eduardo Gonçalves Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 8 jan 2020, 18h10 - Publicado em 8 jan 2020, 17h57

A Polícia Federal colocou o nome do empresário Eduardo Fauzi na lista de difusão vermelha da Interpol. Ele é suspeito de atacar com coqueteis molotov, junto com outras quatro pessoas, o prédio da produtora do canal humorístico Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro, em 24 de dezembro.

Fauzi está foragido da Justiça brasileira desde o dia 30 de dezembro. Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, ele viajou um dia antes para a Rússia, com escala em Paris, onde mora o seu filho.

Com o nome no rol de procurados da Interpol, ele pode ser preso a qualquer momento se for encontrado em território de um país que integra a Polícia Internacional – no caso, a Rússia faz parte dessa comunidade e tem acordo de extradição com o Brasil.

De acordo com a Polícia Civil, ele era o único dos cinco suspeitos que não usava capuz na hora do ataque – por isso, foi identificado por câmeras de segurança da rua.

Continua após a publicidade

No Brasil, ele já integra outra lista de procurados – o Disque Denúncia do Rio de Janeiro, que divulgou uma foto dele com recompensa de R$ 2 mil para quem ajudasse na captura do suspeito.

Adepto do movimento integralista, o empresário já foi fichado na polícia por outros episódios de violência, como agressão, lesão corporal, desacato, extorsão e crimes previstos na Lei Maria da Penha.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.