Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Supervisor é perseguido e morto diante do filho em SP

Na zona leste, policial também foi assassinado na frente do filho de 10 anos

O supervisor Vanderlei Cardoso Borges, de 42 anos, foi assassinado neste domingo, na frente do filho de 9 anos, na Avenida Mascote, no Jabaquara, zona sul de São Paulo. A polícia investiga qual foi a motivação dos criminosos, que permanem foragidos.

Borges dirigia um Honda Civic pela Avenida Santa Catarina por volta das 13h45 quando foi abordado por pelo menos três homens em outro carro. Ele tentou fugir e, durante a perseguição, os bandidos dispararam várias vezes contra a traseira do Civic. Uma das balas atravessou o banco onde estava a criança, que acabou ferida no ombro.

Na Avenida Mascote, o supervisor bateu em outros veículos e parou. Um dos bandidos, com touca ninja, desceu do carro e disparou contra o supervisor. A vítima tinha antecedentes criminais por roubo e extorsão, segundo a polícia.

Morte de policial – Um soldado da Polícia Militar à paisana também foi morto na frente do filho, de 10 anos, com dois tiros na noite deste domingo, na Rua dos Igarapés, Jardim dos Ipês, zona leste da capital paulista. Segundo testemunhas que acionaram a polícia, o soldado estava em sua moto, uma Honda CB300R, quando foi abordado por quatro homens em duas motos, que efetuaram os disparos.

Primeiro, os criminosos deram um tiro no rosto do PM, que caiu. Em seguida, revistaram o policial e lhe deram um tiro no peito, fugindo em seguida. O soldado chegou a ser socorrido ao Pronto-Socorro do Hospital Santa Marcelina, mas não resistiu aos ferimentos. A PM informou que ele estava na corporação desde 1997, mas sua identidade não foi revelada.

Os bandidos fugiram levando apenas a arma do soldado e até a manhã desta segunda-feira estavam foragidos.

(Com Agência Estado)