Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sucesso nas redes, PF hispter bloqueia perfil no Facebook

Lucas Valença, que escoltou o ex-deputado Eduardo Cunha, tinha emitido opiniões contrárias ao PT na rede social

Por Da redação - 20 out 2016, 11h56

Depois de cair nas graças da internet, o policial federal Lucas Valença, que escoltou o ex-deputado Eduardo Cunha até Curitiba, bloqueou o conteúdo do seu perfil no Facebook. Ele havia emitido opiniões contrárias ao PT na rede social.

Leia mais:
Saiba quem é o PF hipster que prendeu Cunha – e enlouqueceu a internet

Em post no Facebook de 26 de outubro de 2014, logo após a reeleição de Dilma Rousseff, ele afirmou que as urnas do país foram fraudadas para manter o partido no poder. “Não consigo sinceramente acreditar que o povo brasileiro reelegeu a presidente Dilma! Por mais que certa parte da população tenha votado nela, a despeito do seu despreparo, gagueira, insegurança, apoio de uma massa de corruptos…Eu prefiro crer que a manipulação das urnas foi o grande responsável por esse lastimável resultado”, escreveu Lucas na rede social.

Em outra publicação, ele havia compartilhado o link de um abaixo-assinado a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. “Não sei quem foram os felas que a colocaram lá! Mas faço questão de fazer parte de quem vai tirar!”, escreveu Lucas em 17 de fevereiro de 2014.

Antes de bloquear o perfil, porém, o agente da PF excluiu alguns posts, como o relatado acima.

Publicidade