Clique e assine com até 92% de desconto

Sidney Magal comanda festa brega no Carnaval de São Paulo

Bloco comandado pelo cantor na zona sul da capital paulista também teve muito empurra-empurra e lama

Por Rafael Aloi 6 fev 2016, 18h51

O ritmo brega reinou no Carnaval deste sábado, em São Paulo, com a ajuda de Sidney Magal, a grande estrela do Blocon, bloco que desfilou no bairro da Vila Mariana. Em um trio elétrico decorado com samambaias, girassóis e outras plantas, o cantor fez o sangue dos foliões ferver ao som de seus maiores sucessos.

Magal levou uma multidão para as ruas e animou o público com os maiores hits da sua carreira, como Sandra Rosa Madalena, Tenho, e Meu Sangue Ferve Por Você. O cantor também entoou canções de Tim Maia, As Frenéticas, e Rádio Taxi, além de relembrar os antigos carnavais com marchinhas tradicionais.

No começo do bloco, pessoas de todas as idades e muitas famílias se reuniram na região da Rua Vergueiro, na Zona Sul da capital paulista, para acompanhar Magal. Aproveitando que o desfile era próximo da sua casa, Adriana Cristante, de 41 anos, trouxe as duas filhas, de 10 e 6 anos, e a mãe, de 67. “São Paulo precisava resgatar esse espírito de Carnaval, e o Sidney Magal é um ótimo atrativo para a gente vir para a rua. O horário também é muito bom para trazer as crianças”, disse a foliã, que, em anos anteriores, acompanhava a festa apenas pela televisão.

Porém, após Magal assumir o palco – com quase uma hora de atraso – o bloco enfrentou muito empurra-empurra e confusão. O som baixo e a muvuca afugentaram alguns foliões, que preferiram mudar a festa para o bairro de Pinheiros, onde havia outros blocos. “Não dá para ficar aqui, vamos para a [praça] Benedito Calixto”, gritavam algumas meninas no meio da multidão. O percurso circular do desfile fez com que muitos daqueles que decidiram acompanhar o cantor ficassem ilhados no canteiro central da avenida, onde havia muita lama e lixo no chão, e bexigas de gás hélio presas na copa das árvores.

Continua após a publicidade
Publicidade