Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Sem risco de rompimento, buscas são retomadas em Brumadinho

Autoridades estavam impedidas de procurar por vítimas em função da possibilidade de uma segunda barragem com 840 mil metros cúbicos de água se romper

Por Da Redação - Atualizado em 28 jan 2019, 11h35 - Publicado em 27 jan 2019, 14h30

A Defesa Civil comunicou na tarde deste domingo (27) que não há mais risco de rompimento de uma segunda barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG). Com isso, as autoridades retomaram as buscas por sobreviventes e por vítimas fatais do acidente ocorrido na sexta-feira (25).

As buscas estavam suspensas desde a madrugada deste domingo, quando condições climáticas adversas impediram o sobrevoo da região. Posteriormente, autoridades disseram que havia risco muito significativo de que a barragem B6 poderia se romper. Um acidente acarretaria na liberação de 840 mil metros cúbicos de água contaminada por resíduos tóxicos de mineração.

Todas as pessoas que foram evacuadas estão liberadas para retornar para suas casas. O último levantamento aponta que 296 pessoas estão desaparecidas, sendo que 166 trabalhavam para a Vale e 130 eram funcionários terceirizados.

A água da barragem B6 continua sendo drenada pelos bombeiros. Se houvesse esta ruptura, 24 mil pessoas seriam afetadas diretamente. A contagem abrange tanto os evacuados quanto aqueles que seriam impactados com o corte no abastecimento de água, por exemplo.

Publicidade

Até o momento foram resgatadas com vida 366 pessoas. Vinte e três estão feridos e foram hospitalizados. O número de mortos continua em 37, sendo que 16 vítimas foram identificadas. O IML liberou os corpos de oito pessoas para as famílias realizarem o sepultamento. Ainda há a expectativa de encontrar sobreviventes.

As vítimas fatais que já foram identificadas são essas: Marcelle Porto Cangussu, Jonatas Lima Nascimento, Carlos Roberto Deusdedit, Leonardo Alves Diniz, Fabrício Henriques da Silva, Robson Máximo Gonçalves, Eliandro Batista de Passos, Willian Jorge Felizardo Alves, Djener Paulo Las-Casas Melo, Wellington Campos Rodrigues, Maurício Lauro de Lemos, Adriano Caldeira do Amaral, Flaviano Fialho, Daniel Muniz Veloso, Moisés Moreira Sales e Francis Marques da Silva.

Publicidade