Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Secretário de Cultura de Santos posta foto indiscreta de mulher

Fábio Alexandre Nunes, o professor Fabião, recebeu críticas por imagem de nádegas. Depois, apagou o post, pediu desculpas e solicitou afastamento temporário

Por Bianca Lemos Atualizado em 25 set 2017, 19h25 - Publicado em 25 set 2017, 17h45

O secretário de Cultura de Santos, no litoral de São Paulo, Fábio Alexandre Nunes, foi criticado por postar uma foto das nádegas de uma mulher em seu perfil no Instagram. Mais conhecido como professor Fabião, o político, que já concorreu a prefeito de Santos, apagou a imagem depois da repercussão negativa.

A foto, que tinha a legenda “Rock in Rio por outro ângulo”, foi feita durante o festival no Rio de Janeiro e viralizou nas redes sociais. Seguidores de Fabião repudiaram o ato indiscreto do professor e muitos classificaram a ação como “desrespeitosa e machista”.

Post do secretário de cultura de Santos. Reprodução/Instagram

Depois de apagar a imagem, o secretário de Cultura santista postou um pedido de desculpas em seus perfis nas redes sociais. “Reconheço que, apesar de defender intransigentemente direito de expressão, foi uma brincadeira que em hipótese nenhuma visou ridicularizar a figura da mulher”, diz o comunicado.

https://www.instagram.com/p/BZbrMVtjxQq/?taken-by=proffabiaonunes

  • A retratação, no entanto, não foi  suficiente para conter a reprovação e a indignação das pessoas, entre elas, ex-alunas de Fabião. “Queria ver se fosse sua irmã, sua filha ou mãe na foto para saber se faria esse tipo de brincadeira”, diz uma internauta em um dos comentários no Facebook.

    Por meio de nota, a prefeitura de Santos classifica a postagem do secretário como “inadequada e reprovável” e afirma que, “convocado e repreendido” pelo prefeito, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), pediu afastamento temporário do cargo. “Fábio Nunes desculpou-se publicamente e, convocado e repreendido pelo Prefeito Paulo Alexandre Barbosa, afirmou que não teve a intenção de ofender ou desvalorizar a mulher. Profundamente abatido com a repercussão do ato, o Secretário solicitou afastamento temporário do Governo, servindo-se do período de férias a que tem direito, para, assim, poder se defender e superar este momento”, diz o comunicado.

    Continua após a publicidade
    Publicidade