Clique e assine a partir de 9,90/mês

Romário é o novo presidente da Comissão de Esportes

Deputado foi eleito por unanimidade e disse que não é "do contra"

Por Gabriel Castro, de Brasília - 6 mar 2013, 16h18

O deputado Romário (PSB-RJ) foi eleito nesta quarta-feira presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara Federal até o fim de 2014. O ex-jogador, crítico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da organização da Copa do Mundo no Brasil, era o indicado do PSB, partido que tem direito à vaga pelo critério da proporcionalidade, e não teve adversários. Todos os vinte votos favoreceram Romário, entre eles o do ex-goleiro Danrlei (PSD) e do ex-boxeador Acelino Freitas, o Popó.

A eleição se deu em clima de tranquilidade. Por coincidência ou não, Romário sentou-se exatamente atrás de onde estava a urna de votação – que foi secreta -, o que rendeu piadas dos deputados. Danrlei brincou com o colega e relembrou os tempos de jogador: “Ele nunca marcou ninguém e hoje está querendo marcar”. Popó, sorrindo, mudou a urna de posição para esconder seu voto. Tiririca (PR-SP), que também é integrante da comissão, chegou atrasado e, graças ao novo penteado, foi chamado de “Neymar do Agreste” por Romário.

Após ser eleito, o deputado leu um pronunciamento. “Por causa do trabalho de fiscalização que tenho realizado com os colegas dessa comissão, deve ter gente pensando que sou do contra e estou torcendo contra o sucesso da Copa”, disse. “Isso não é verdade e nem poderia ser. Defendi muitas vezes a camisa do Brasil e não vai ser diferente”.

O parlamentar prometeu lutar para que a Copa deixe um legado e seja bem-sucedida também “dentro de campo, com a bola nos pés”. “O que, inclusive, está meio difícil”, acrescentou.

Continua após a publicidade

Valadares Filho (PSB-SE) será o primeiro vice-presidente da comissão. Afonso Hamm (PP-RS) e Jô Moraes (PCdoB-MG) completam a Mesa Diretora.

Publicidade