Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rio terá novo protesto na tarde desta segunda-feira

Pelo Facebook, movimento Black Bloc convoca manifestação para cobrar libertação de quatro presos - um deles detido no sábado, com material explosivo

Uma nova manifestação está programada para a tarde desta segunda-feira. O alvo, desta vez, é o Judiciário. Convocado pelo movimento Black Bloc, em uma página do Facebook, o protesto deve sair às 16h30 da Cinelândia e seguir até o Tribunal de Justiça. Os manifestantes querem pressionar a Justiça a decretar a liberdade de quatro manifestantes presos – entre eles Wallace Vieira Santos, 23 anos, preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito durante manifestação no feriado da Independência, no Centro. Os outros três presos são os jovens presos em flagrante na quarta-feira passada, administradores da página Black Bloc RJ.

Leia também:

Leia também: Desfile militar no Rio de Janeiro termina em tumulto

De acordo com a Polícia Civil, Wallace estava com uma bomba e com três sinalizadores quando foi detido por policiais e conduzido à 12ª DP (Copacabana), sábado à tarde. Segundo a delegada Soaria Vaz Sant’Ana, na delegacia, Wallace contou que comprou os artefatos em uma loja de fogos de artifícios, mas não admitiu que usaria o material durante o protesto, que terminou em vandalismo e depredação. As bombas, segundo a delegada, traziam a inscrição “Perigo: explosivo”.

“Wallace afirmou que comprou a bomba para usar durante um jogo de domingo. Mas não soube explicar por que estava com aquele material na mochila, um dia antes do jogo. Ele disse que saiu de casa para protestar, mas não soube explicar contra o que protestaria. Pelas circunstâncias, ficou claro que ele estava ali pelo desejo deliberado de causar confusão”, disse Soraia, acrescentando que Wallace usava roupas pretas, máscara de gás, capacete e uma mochila quando foi preso. “Pelas características, ele é integrante do Black Bloc”.

De acordo com a delegada, o Esquadrão Antibombas deverá emitir um laudo sobre o material apreendido com Wallace. Até o início da tarde, a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) não informou para qual unidade Wallace foi transferido. No Facebook, pessoas que se identificam como parentes dos manifestantes afirmam que o rapaz foi transferido para Bangu 9. A Seap não confirmou a informação.

Dos 77 detidos no Rio de Janeiro no último sábado, só Wallace ficou preso. Diferentemente das manifestações anteriores, quando os detidos eram levados para delegacias próximas, a estratégia da PM e da Polícia Civil foi de afastar os suspeitos do local dos protestos. Dificultaram, assim, a criação de uma nova manifestação em frente às delegacias. Wallace, por exemplo, foi detido no Centro e conduzido para Copacabana. Os manifestantes apanhados em Laranjeiras, perto do Palácio Guanabara, foram levados para Bonsucesso, na Zona Norte.

Black Blocs são presos por depredação em protestos

Banda do Exército toca ‘Show das Poderosas’ no Rio