Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Réveillon dos riquinhos’: Procon autua venda de ingressos

No segundo lote colocado à venda, mulheres pagam 400 reais, e homens, 500, mas organização não deve receber autorização da prefeitura para fazer a festa

(Atualizado às 13h30)

O Procon carioca informou nesta quinta-feira que multou em 100.000 reais a empresa que comercializa ingressos para o ‘réveillon dos riquinhos’, na praia do Leblon. No segundo lote comercializado, os valores aumentaram 100 reais: 400 para mulheres, e 500 para homens. A autuação ainda pode aumentar em caso de reincidência, acrescenta o órgão de defesa do consumidor. Por volta das 13h, a Ingresso Rápido já havia retirado do ar o pacote de vendas.

O secretário municipal de Ordem Pública (Seop), Alexander Vieira da Costa, já havia adiantado ao site de VEJA que acionaria o Procon para barrar o evento – que pretende isolar 1.000 metros quadrados da faixa de areia do Posto 12, na noite de 31 de dezembro deste ano. O problema é que a organização não pediu autorização dos órgãos competentes para realizar a festa. A Seop afirma, inclusive, que mesmo se a solicitação for feita, será negada.

Leia também:

Leia também: Leblon quer organizar o ‘réveillon dos riquinhos’ no Rio

A produção parece continuar alheia às exigência da prefeitura. E o evento no Facebook já soma mais de 570 confirmações de presença. O Réveillon do 12 promete fazer uma festa com o “público mais selecionado e serviço premium de bar e buffet”. A estrutura, para 2.000 convidados, ainda deve contar com decks de madeira com carpete, climatização, segurança privada e palco com DJs, além de camarotes customizados – cujo valor não foi revelado.