Clique e assine a partir de 9,90/mês

Quatro funcionários são feitos reféns durante rebelião na Fundação Casa

Adolescentes da unidade de Pirituba, na Zona Norte de São Paulo, começaram o tumulto, que durou mais de quatro horas

Por Da Redação - 9 out 2015, 11h16

Quatro funcionários foram feitos reféns durante uma rebelião na Fundação Casa de Pirituba, na Zona Norte de São Paulo, que começou na noite de quinta-feira. Ninguém ficou ferido.

Adolescentes começaram o tumulto por volta das 21h20, quando eram recolhidos aos dormitórios. A entidade não soube precisar quantos estão envolvidos no motim. Os servidores, que foram colocados na quadra poliesportiva, só foram liberados pouco mais de quatro horas depois, à 1h40 de sexta, depois que a equipe da Superintendência de Segurança fez a negociação.

A unidade tem capacidade total para 83 crianças e adolescentes em conflito com a lei e é dividida em dois módulos, um com capacidade para 30 pessoas e outro para 53.

Os jovens atearam fogo em colchões, mesas e cadeiras plásticas. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado de forma preventiva.

Continua após a publicidade

Por meio de nota, a Fundação Casa informou que todos os adolescentes que participaram da ação vão passar por uma Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD), para analisar quais sanções disciplinares serão aplicadas a eles. A Corregedoria Geral do órgão também abriu sindicância para apurar as causas e o número de jovens que participaram do motim.

Leia também:

Fundação Casa improvisa segurança de unidades

(Da redação)

Publicidade