Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Programa Lixo Zero do Rio começa a multar motoristas

Punições chegam a 127 reais para qualquer veículo particular, incluindo táxi

O programa Lixo Zero, criado no Rio de Janeiro para multar quem joga lixo no chão, começa a multar agora também motoristas e passageiros de veículos. Qualquer descarte feito pela janela será punido, a partir desta quarta-feira. Cinquenta agentes da Guarda Municipal e da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) vão andar em automóveis sem identificação para pegar o flagrante.

Quem cometer a irregularidade pagará multa de 85,15 a 127,69 reais, dependendo do tamanho do descarte feito, e perderá quatro pontos na carteira. Os valores são determinados pelo Código Brasileiro de Trânsito. Estão incluídos na fiscalização ocupantes de qualquer tipo de veículo particular, incluindo táxis.

O Lixo Zero começou a ser implantado na cidade no dia 20 de agosto, restrito ao Centro do Rio. Atualmente, abrange todas as regiões. As multas variam de acordo com o tamanho do resíduo: até uma lata de refrigerante, 157 reais; volumes maiores podem custar até 3.000 reais. Nos dois meses de operação, foram aplicadas 6.413 multas. Segundo estimativas da Comlurb, houve redução de 50% do lixo jogado no Centro e de 46% em Copacabana.

Leia também:

Leia também: Fabio Assunção é multado por jogar lixo no chão no Rio