Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Preso durante protesto no feriado da Independência será solto

A Justiça do Rio determinou que Wallace Vieira dos Santos, detido com uma bomba e três sinalizadores na mochila, responda pelo crime em liberdade

A Justiça do Rio determinou que Wallace Vieira dos Santos, preso no dia 7 de setembro durante manifestação no centro do Rio, seja solto. Wallace, que foi capturado com material explosivo e três sinalizadores na mochila, responderá em liberdade pelo crime de porte de arma de uso restrito. Ele deverá deixar o Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste, nesta terça-feira.

Na decisão, a juíza Alessandra de Araújo Bilac Moreira Pinto, da 42ª Vara Criminal, considerou que Wallace tem residência fixa e não tem antecedentes criminais. A magistrada criticou a demora da perícia técnica, encarregada de analisar o material explosivo apreendido com Wallace.

“O réu foi denunciado pela prática do delito de porte de arma de uso restrito. Decorridos mais de quinze dias da prisão, em razão da ineficiência de nossa polícia técnica, a qual, infelizmente, se encontra sucateada, não foi trazido aos autos o laudo dos artefatos explodidos apreendidos em poder do réu”, afirmou a juíza.

Wallace usava roupas pretas, máscara de gás, capacete e uma mochila quando foi preso, segundo a Polícia Civil. De acordo com a delegada Soaria Vaz Sant’Ana, da 12ª DP (Copacabana), ao ser detido, Wallace contou que comprou os artefatos em uma loja de fogos de artifícios. Ele não admitiu que usaria o material durante o protesto, que terminou em vandalismo e depredação. As bombas, segundo a delegada, traziam a inscrição “Perigo: explosivo”.

Leia também:

Rio terá novo protesto na tarde desta segunda-feira

Novo confronto no 2° protesto da Independência no Rio

Desfile militar no Rio de Janeiro termina em tumulto