Clique e assine a partir de 9,90/mês

Prefeitura do Rio implode terminal rodoviário e prédios

Por Da Redação - 5 fev 2012, 13h02

Por AE

São Paulo – O Terminal Rodoviário da Pavuna, na zona norte do Rio de Janeiro, localizado próximo à estação final da Linha 2 do metrô da cidade, e mais dois prédios, um centro comercial e um edifício-garagem, foram implodidos na manhã de hoje. Os três apresentavam risco de desabamento, de acordo com informações da Agência Brasil.

Ainda segundo a agência, a implosão do terminal durou apenas dez segundos. Às 8 horas, a detonação foi acionada pelos prefeitos do Rio, Eduardo Paes, e de São João de Meriti, Sandro Mato, a partir de um viaduto localizado na Avenida Sargento de Milícias, próximo ao limite entre os dois municípios. Cerca de 2.400 moradores de 900 residências nas proximidades tiveram de deixar suas casas durante o procedimento e ruas no entorno do local da implosão foram bloqueadas.

Os três prédios ocupavam uma área de cerca de 8 mil metros quadrados. Na implosão do terminal, foram utilizados 250 quilos de explosivos. Cerca de 15 mil metros cúbicos de entulho serão reciclados para uso em aterros pela Secretaria Municipal de Obras.

O terminal, construído na década de 1970, servia a várias linhas de ônibus que fazem integração entre o metrô e municípios da Baixada Fluminense. Ainda não foi decidido o que será feito com o terreno no futuro, segundo o prefeito Eduardo Paes.

Continua após a publicidade
Publicidade