Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prefeito do Rio alerta COI que obra do metrô pode não ficar pronta até Olimpíada

Em e-mail enviado ao Comitê Olímpico, prefeito Eduardo Paes afirma que "projeto está com nível alto de risco" e que plano B seria expandir o corredor expresso de ônibus BRT.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), alertou ao Comitê Olímpico Internacional (COI) que há o risco alto das obras da Linha 4 do metrô não ficarem prontas até as Olimpíadas, em agosto. A informação consta em um e-mail enviado pelo prefeito ao comitê na manhã da última sexta-feira e revelado neste sábado (20/02) pelo jornal O Globo. A nova linha do metrô ligará a Praça General Osório, em Ipanema, na zona sul, ao Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, na zona oeste, região onde o Parque Olímpico está em construção.

Na correspondência, Paes escreve ter ouvido “de algumas pessoas que o projeto está com nível alto de risco.” O prefeito informa no texto que o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, já preparou uma solução alternativa. O “plano B” da prefeitura seria expandir provisoriamente o corredor expresso de ônibus BRT até a zona sul.

O motivo da preocupação de Paes seria o atraso na liberação de um novo financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a obra a cargo do governo do Estado do Rio, que atravessa grave crise financeira causada pela queda na arrecadação dos royalties do petróleo, entre outras razões. A verba esperada para a conclusão da linha, que deveria estar pronta em julho, é de 1,3 bilhão de reais, que eleva o custo total para 10,3 bilhões de reais.

No e-mail, o prefeito pede uma reunião com Phillip Bovy, principal consultor do COI para transportes, que estará no Rio a partir desta segunda-feira.

“A gente pensa em plano de contingência para todas as situações das Olimpíadas. Isso é uma coisa que a gente tem planejado desde um ano atrás e vamos discutir o plano de contingência com o COI. O metrô sempre foi uma obra de muito risco. Imagina fazer uma linha daquela do metrô. Precisa de muita atenção e dedicação, só isso”, disse.

O prefeito afirmou ainda que o comitê “já vinha pedindo há um tempo para conhecer o plano alternativo”. “Eles pedem isso. O Pezão (governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, do PMDB) está muito confiante na obra, mas não custa ter atenção”, disse, apesar de admitir que a extensão do BRT não é ideal. “O ideal é ter o metrô pronto”, afirmou o prefeito.

O governo estadual informou que a obra está dentro do cronograma e será entregue até julho. O Comitê Rio-2016 confirmou o recebimento do e-mail pelo COI e informou que sabia da preocupação do prefeito, mas avalia que o prazo será cumprido. A Linha 4 é tida como a principal a obra da Olimpíada no setor de transporte.

(Com Estadão Conteúdo)