Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Populares cercam caminhões que transportavam documentos do PMDB

Veículos foram interceptados por manifestantes quando deixavam a sede do partido em Brasília

Por Hugo Marques - Atualizado em 18 maio 2017, 13h11 - Publicado em 18 maio 2017, 13h09

Um dia depois de revelados detalhes da delação dos donos da JBS, que atingem em cheio o presidente Michel Temer, dois caminhões estacionaram, hoje de manhã, em frente ao prédio onde estavam guardados documentos da tesouraria do PMDB, no Setor Comercial Sul, no centro de Brasília, para retirar caixas do lugar. Ao perceber a movimentação, populares reagiram e tentaram impedir que os veículos deixassem o local.

Um dos caminhões furou o cerco. O outro foi detido. Tudo sob gritos de “fora, Temer”. O protesto começou assim que as pessoas viram as caixas espalhadas pelo asfalto. Divulgado nas redes sociais, logo ganhou a adesão de sindicalistas. Diante da repercussão, um camburão da Polícia Federal chegou ao local. Nenhuma autoridade soube explicar o motivo da mudança encomendada pelos peemedebistas. No momento, cerca de 50 pessoas permanecem vigiando o caminhão.

Publicidade