Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Policial de folga mata jovem após discussão em frente a bar em São Paulo

Zildo Francisco dos Santos foi preso em flagrante e enviado a presídio militar

O policial militar Zildo Francisco dos Santos foi preso em flagrante na madrugada de hoje depois de matar um jovem de 20 anos durante uma discussão em frente ao Bar Lucena, na Lapa, zona oeste de São Paulo.

Segundo informações da polícia, Santos estava de folga e, na saída do estabelecimento, localizado na Avenida Ermano Marchetti, provocou a namorada da vítima, o corretor de imóveis Vinicius Pucinelli.

Câmeras de segurança da rua gravaram o crime. Por volta das 5 horas, o PM se aproximou de dois casais e um bate-boca entre Pucinelli e Santos teve início. Após alguns instantes discutindo com o rapaz, Santos se afastou e ficou ao lado de um carro. Pouco mais de um minuto depois, um manobrista do local avisou a Pucinelli de que o PM, armado, o chamava. O rapaz foi até onde o policial estava e, após outro desentendimento, foi baleado na barriga. Ferido, o corretor de imóveis se sentou no chão, enquanto Santos se manteve ao lado do veículo.

A Polícia Militar chegou ao local do crime dez minutos depois do disparo, e a ambulância do Samu apareceu após18 minutos. A vítima foi levada a um hospital próximo, mas não resistiu aos ferimentos.

O PM Santos, que tem a patente de cabo e atua na segurança da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), foi preso e encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes. Ele será alvo de processo administrativo disciplinar na Corregedoria e, dependendo do resultado, pode sofrer desde sanções administrativas até expulsão.

(com Estadão Conteúdo)