Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia recupera parte das joias roubadas de cofres do Itaú

O cabeleireiro Francisco dos Santos, 45 anos, está foragido. Seu irmão, Marco, foi preso com anéis, pedras preciosas e libras esterlinas

A Polícia Civil de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira, que já identificou um dos criminosos envolvidos no assalto aos cofres da agência do banco Itaú na Avenida Paulista. Segundo o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), o criminoso é o cabeleireiro Francisco Rodrigues dos Santos, conhecido como Chico, de 45 anos. Ele está foragido.

Na noite desta quinta-feira, os agentes do Grupo de Combate a Facções Criminosas do Deic prenderam, na Zona Norte da cidade, o irmão de Santos, o pedreiro Marco Antônio Rodrigues dos Santos, de 29 anos. Ele confessou aos policiais que armazenava joias, pedras preciosas e libras esterlinas na casa de sua namorada, em Embu das Artes, a cerca de 60 quilômetros da capital. Todo o material saiu dos cofres particulares do Itaú.

Depois de revistarem a casa de Marco, os policiais encontraram algumas cédulas de libras esterlinas. Marco disse que o dinheiro fora entregue por Chico e informou onde estava o resto do conteúdo roubado. Embaixo do sofá da casa da namorada de Marco, na Rua Liberty, em Santa Teresa, em Embu das Artes, os investigadores do Deic encontraram um pacote com 10.840 libras esterlinas, joias e pedras preciosas.

Cédulas de libras esterlinas encontradas em Embu das Artes Cédulas de libras esterlinas encontradas em Embu das Artes

Cédulas de libras esterlinas encontradas em Embu das Artes (/)

Uma caminhonete Chevrolet Montana e uma máquina de cortar metal também foram apreendidos pela polícia. Marco revelou que o veículo, recém-comprado, era do irmão, Chico, e fora adquirido com dólares roubados. Marco foi autuado por receptação e formação de quadrilha.

LEIA TAMBÉM:

Cofres particulares guardam pertences não declarados

Descoberta de investigação paralela sobre roubo milionário no Itaú gera crise na Polícia Civil

Polícia identifica suspeitos de roubo a agência bancária

Roubo na Paulista pode ser obra de ladrões de joias