Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia Federal faz nova operação contra desvios na UFSC

Caso não está relacionado à operação Ouvidos Moucos, que afastou o ex-reitor Luiz Cancellier; universidade é 'recordista' local em irregularidades, diz PF

A Polícia Federal realiza, na manhã desta quinta-feira, a operação Torre de Marfim, que investiga desvios de verbas em contratos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Noventa policiais cumprem catorze de busca e apreensão e seis de condução coercitiva em Florianópolis e Balneário Camboriú e apuram delitos em contratos de projetos que somam 300 milhões de reais entre 2010 e 2017.

“Dentre as irregularidades, os investigadores encontraram indícios de contratações de serviços sem licitação prévia, pagamentos realizados a empresas pertencentes a gestores de projetos, que estariam vinculadas a servidores da universidade ou das fundações de apoio e até mesmo pagamentos efetuados a empresas fantasmas”, informa a PF em nota. A investigação desta quinta-feira não está relacionada à operação Ouvidos Moucos, que, em setembro, prendeu e afastou o ex-reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo.

Contestada pela sua atuação na universidade após o suicídio de Cancellier no começo de outubro, a Polícia Federal ressalta que a operação tem como alvo irregularidades que, antes de serem levadas ao Ministério Público Federal (MPF) e ao Poder Judiciário, “foram auditadas pelos órgãos de controle CGU e TCU. As auditorias geraram recomendações solicitando a correção de práticas administrativas que poderiam levar ao mau uso do dinheiro público, o que não foi atendido pelos administradores”.

O órgão também aponta que a Federal de Santa Catarina, maior universidade pública do estado, é também a “recordista em recomendação para correção de irregularidades”, em levantamento atribuído à Controladoria-Geral da União (CGU). Seriam 120 recomendações, “o dobro do segundo colocado”. Os investigados responderão por crime licitatório, peculato, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudio Stainer

    A célula comunista é aturada más atacar o Erário é ir longe demais. O mal tem que ser erradicado pela raiz.

    Curtir

  2. Claudio Stainer

    A célula comunista é aturada más atacar o Erário é ir longe demais. O mal tem que ser erradicado pela raiz.

    Curtir

  3. Ataíde Jorge de Oliveira

    @FunDA$$õ&$, se gritar
    , NãO_FICA Hum ( 1 )
    ïRMãO 😮
    😮 grANd

    Curtir

  4. Artur Britto

    O que não falta nessa Ufsc são professores apadrinhados políticos do PT, doutrinadores do comunismo e saqueadores do erário. Sou a favor do universidades e escolas sem partido.

    Curtir

  5. news da hora

    Tem que partir pra cima destes corruptos ! As universidades Brasileiras tem desvios em todos os estados . Cadeia neles !

    Curtir

  6. news da hora

    Nos 13 anos de desgovernos de Lula e Dilma , desviaram bilhões dentro das universidades .

    Curtir

  7. news da hora

    Polícia federal neles ! Forças tarefas para investigar os grandes desvios bilionários nas universidades .

    Curtir