Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Polícia Federal apreende 16 mi de dólares de filho de ditador africano

Teodoro Obiang Mangue é vice-presidente de Guiné Equatorial e veio ao Brasil em missão não oficial; malas de comitiva continham dinheiro e relógios de luxo

Por Da Redação Atualizado em 16 set 2018, 18h35 - Publicado em 15 set 2018, 22h30

Fiscais da Polícia Federal e da Receita Federal que trabalham no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, fizeram uma das maiores apreensões da história recente das duas corporações nesta sexta-feira, em uma fiscalização de rotina de um voo oriundo de Guiné Equatorial. A bordo estava o vice-presidente do país africano, Teodoro Nguema Obiang Mangue, acompanhado de uma comitiva com outras dez pessoas. Eles carregavam malas contendo 1,4 milhão de dólares em dinheiro vivo e duas dezenas de relógios, avaliados em 15 milhões de dólares. Tanto as notas como os relógios não haviam sido declarados na entrada da comitiva, que não está em missão diplomática.

O vice-presidente do país e as demais pessoas foram liberados e estão hospedados em Campinas.

O caso está sendo tratado com sigilo pelas autoridades e foi revelado pelo Jornal Nacional, da Rede Globo. Segundo o telejornal, o político africano teria explicado que veio ao Brasil para fazer um tratamento médico e que, em seguida, vai para uma missão diplomática em Singapura. Lá o dinheiro seria utilizado pela comitiva. Já os relógios de luxo apreendidos fariam parte da coleção particular de Obiang Mangue.

Obiang Mangue é filho do presidente e ditador de Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, que é o político há mais tempo no poder em toda a África – ele comanda o país desde 1979. O país da costa oeste da África possui uma das maiores reservas de petróleo do continente, mas, ao mesmo, é uma das economias mais pobres do mundo. Os indicadores sociais estão igualmente entre os de pior qualidade no planeta.

A família do ditador, por sua vez, é conhecida pela ostentação material, com dezenas de carros de luxo e mansões adquiridas em países ricos. A sua fortuna já foi estimada em centenas de milhões de dólares.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)