Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PMs são presos após participar de espancamento no Rio

Por Pedro Dantas

Rio (AE) – Um capitão e um cabo da Polícia Militar do Rio foram presos após a participação no espancamento de um rapaz desarmado em uma boate, na Ilha do Governador, na zona norte da cidade. O oficial pode ser indiciado por tentativa de homicídio, pois as câmeras de segurança flagraram a participação dele na surra.

As imagens mostram uma discussão. Em seguida, Rorion de Moraes, de 28 anos, leva um soco e cai no chão. Ele é cercado e espancado com chutes pelo corpo por sete homens, mesmo já desacordado. No final, um dos agressores ainda atinge a vítima na cabeça com um banco.

Rorion levou 16 pontos na cabeça, nove na pálpebra e perdeu seis dentes. O capitão Alexandre Gualberto da Silva, do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Olaria, e o cabo Alessandro Gomes de Souza, do 41º BPM de Irajá, estão presos administrativamente por prevaricação, pois não registraram a ocorrência. O delegado titular da 37ª Delegacia de Polícia da Ilha do Governador, Deoclécio Assis, deve concluir o inquérito nos próximos dias.