Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

PMDB oficializa candidatura de Marta Suplicy em São Paulo

Partido confirmou a chapa com a ex-prefeita e o vereador Andrea Matarazzo (PSD) em evento na quadra da escola de samba Rosas de Ouro

Por Da redação Atualizado em 30 jul 2016, 15h42 - Publicado em 30 jul 2016, 15h24

O PMDB confirmou neste sábado a escolha da ex-prefeita e senadora Marta Suplicy como candidata do partido à prefeitura de São Paulo. A chapa será composta também pelo vereador Andrea Matarazzo, do PSD, candidato a vice-prefeito. A convenção que oficializou a chapa ocorreu na quadra da Escola de Samba Rosas de Ouro, na zona norte da capital paulista.

Em discurso, Marta disse que cometeu erros e acertos em sua trajetória e agora está mais preparada para administrar a cidade. Marta foi prefeita de São Paulo de 2001 a 2004. A candidata relembrou a saída do PT, no ano passado, e como foi recebida pelo PMDB. “Não posso deixar de registrar o quanto sou grata pela oportunidade de estar aqui falando para todos sobre um projeto que não é apenas meu, não é do PMDB, não é do PSD. Não é da Marta, nem do Andrea. É de cada um. É de cada canto desta cidade desigual e fascinante”, disse a candidata.

Segundo a peemedebista, ela e o companheiro de chapa têm como ponto fundamental a paixão por São Paulo e o desejo de melhorar a cidade. “Tenho certeza de que a união entre PSD e PMDB, oficializada neste ato, tem a grandeza da nossa cidade e no nosso país. São Paulo precisa de coragem para mudar. São Paulo precisa ser menos desigual e mais tolerante. Precisa deixar de ser uma adversária para os paulistanos para ser sua amiga. Precisa deixar de ser tão árida para ser mais acolhedora. Precisa de gestão”, declarou a senadora.

LEIA TAMBÉM:
TVEJA: ‘PT instituiu um sistema de corrupção’
diz Marta

Matarazzo reforçou que a ideia é reduzir as desigualdades na cidade. “Significa não apenas formar chapa para a eleição e sim reunir pessoas de bem que querem o bem para nossa cidade e que têm ideias novas, mas que trazem experiência. Um dos objetivos da Prefeitura deve ser reduzir as desigualdades da cidade”, afirmou o vereador, que deixou o PSDB para se candidatar a prefeito pelo PSD e acabou aceitando compor a chapa com Marta Suplicy.

Seis partidos já escolheram os candidatos para disputa municipal. O PRB escolheu o deputado federal Celso Russomanno, o atual prefeito, Fernando Haddad, concorre à reeleição pelo PT, o PSDB confirmou o empresário João Doria, a deputada federal e ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina concorre à prefeitura pelo PSOL, a Rede Sustentabilidade terá o vereador Ricardo Young como candidato e o postulante do Solidariedade (SD) é o deputado federal Major Olímpio.

(com Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade