Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

PM afasta policiais que agrediram mulher em protesto

Vídeo flagrou momento em que dois PMs atacam com golpes uma manifestantes caída no chão, na Lapa

Por Da Redação - 29 ago 2013, 11h34

Os dois policiais militares que foram filmados agredindo uma mulher na noite de terça-feira, na Lapa, durante um protesto, foram afastados pela corporação. De acordo com um comunicado da PM, será aberta uma sindicância para apurar a conduta dos militares, que deverão ainda ser submetidos a uma reavaliação psicológica – o que pode implicar em abandonar o trabalho nas ruas.

De acordo com o tenente-coronel Cláudio Costa Oliveira, os PMs que aparecem nas imagens foram identificados e, até que o caso seja avaliado, ambos estão fora das operações em manifestações.

LEIA TAMBÉM:

Justiça manda suspender a CPI dos Ônibus por 48 horas

Publicidade

‘Uoston, we have a problem’: quem é o homem de Eduardo Paes na CPI dos Ônibus

Oposição ao prefeito recorre à Justiça para suspender CPI dos Ônibus

CPI dos Ônibus começa com tumulto e protestos no Rio

O vídeo que motivou o afastamento provocou revolta nas redes sociais. Os policiais perseguem um grupo de manifestantes e, quando um deles cai, começam os golpes. Os demais integrantes do protesto gritam “é uma mulher” e xingam os PMs.

Publicidade

Os protestos deixaram um rastro de destruição nos bairros de Laranjeiras, onde fica o Palácio Guanabara, Cosme Velho, Catete e Flamengo. Houve ataques a pelo menos três agências bancárias, uma concessionária de automóveis, um bazar, que foi saqueado, e a sinalização de trânsito. Um sinal luminoso na rua Leite Leal foi destruído. Os manifestantes percorreram, depois da ação no Guanabara, ruas de diversos bairros.

Publicidade