Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

PF investiga grupo de 50 pessoas por pedofilia

Operação Moikano é deflagrada em 13 Estados e no DF. Estrangeiros também estão envolvidos nos casos de pornografia infantil na internet

Por Da Redação 30 jun 2015, 14h53

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira uma operação contra casos de pedofilia na internet. Chamada de “Operação Moikano” – como era conhecido um dos suspeitos de liderar o grupo- , a ação policial tem o objetivo de cumrprir 31 mandados de prisão e cinquenta de busca e apreensão em treze Estados e no Distrito Federal.

Leia também:

PF faz operação contra grupos de extermínio em Sergipe

PM proíbe perseguições a motos e carros em São Paulo

As investigações, que começaram em abril de 2014, apontaram um homem de 42 anos como principal suspeito. Foi a partir da prisão preventiva de “Moikano” que foram descobertos outras cinquenta pessoas envolvidas nas práticas de divulgação de arquivos contendo exploração infantil.

Os mandados de busca e apreensão foram autorizados pela 1ª Vara Federal de Sorocaba (SP). Em Varginha (MG), um homem foi preso em flagrante por posse de vídeos com cena de sexo explícito e pornografia envolvendo menores de idade. De acordo com a PF, foram apreendidos notebooks e computadores dos investigados.

Além do grupo, setenta estrangeiros também estão envolvidos no caso. Segundo os agentes, as informações sobre os suspeitos foram repassadas a entidades policiais de mais de dez países. Os envolvidos podem responder por compartilhamento de arquivos contendo pornografia infantil e até abuso sexual de menores se as denúncias investigadas se confirmarem.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade