Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paulistano ganhador da Mega-Sena em 2011 é assassinado no Ceará

Miguel Ferreira de Oliveira foi atingido por três disparos e morreu em um bar em Campos Sales, onde morava desde que faturou R$ 39 milhões em 2011

Por Estadão Conteúdo - 5 fev 2018, 12h47

Miguel Ferreira de Oliveira, de 50 anos, conhecido como o “milionário da Mega-Sena” no Ceará, foi morto na madrugada de domingo (4) em um bar na cidade de Campos Sales (596 km de Fortaleza). A motivação e a autoria do crime ainda são desconhecidas.

Oliveira era natural de São Paulo e, em 2011, faturou 39 milhões de reais ao acertar a Mega-Sena. Após ganhar o prêmio, ele se mudou para a cidade do interior do CE, onde comprou imóveis e vivia dos aluguéis.

Ele participava de uma seresta quando foi atingido por três tiros disparados por um homem. Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, o autor dos disparos chegou e saiu caminhando. Para fugir, entrou em um terreno baldio, próximo a um posto de gasolina. A vítima morreu na mesa do bar.  Um inquérito foi aberto na Delegacia de Campos Sales.

De acordo com a polícia, ele respondia em liberdade, desde dezembro de 2016, a um processo por desacato a policiais do Batalhão de Policiamento de Rondas Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e por embriaguez ao volante.

Continua após a publicidade
Publicidade