Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Navio retido no Recife tem três suspeitos de coronavírus

Governador de Pernambuco proibiu novas atracações de cruzeiros no estado até o final do período de emergência

Por Roberta Paduan Atualizado em 13 mar 2020, 22h02 - Publicado em 13 mar 2020, 20h18

Um terceiro passageiro do navio sob isolamento no Recife foi internado na tarde desta sexta-feira, 13. Até agora, três pessoas foram retiradas do cruzeiro por suspeita de estarem infectadas com a doença.

A embarcação, que partiu das Bahamas com 609 pessoas a bordo, está sob isolamento desde ontem à tarde, depois que um canadense passou mal e foi internado em um hospital particular da capital pernambucana. Ele apresentava febre, tosse e dificuldade de respirar. Sua esposa não apresenta sintomas, mas também fez o exame e permanece com o marido.

Na tarde de hoje, uma irlandesa acabou internada depois de se sentir mal. Os testes dos três passageiros ainda não foram divulgados, de acordo com a secretaria de Saúde do estado.

O cruzeiro chegou no Recife ontem, às 7 horas da manhã, depois de parar em Salvador, Rio de Janeiro e Santa Catarina. O próximo destino seria Fortaleza, no Ceará, para onde partiria às 23 horas de quinta-feira, 12.

Desde ontem, a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu o desembarque dos demais passageiros e determinou que todos permanecessem em suas cabines até que os casos suspeitos sejam devidamente diagnosticados.

Cabines do navio no Porto do Recife Marlon Costa/Futura Press

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), decretou nesta sexta-feira a proibição de novas atracações de cruzeiros e embarcações de passageiros de grande porte. A medida terá validade enquanto durar o estado de emergência por conta da pandemia do coronavírus.

O estado previa a chegada de mais oito navios de cruzeiro nos meses de março e abril. Juntos, eles somariam mais de 11 mil passageiros.

Nos últimos dias, a secretaria de Saúde confirmou os dois primeiros casos de coronavírus do estado. Trata-se de um casal de idosos — um homem de 71 anos e uma mulher de 66 — que havia viajado para a Itália. Eles estão internados desde 5 de março no mesmo hospital para onde foram levados os turistas do navio. O casal está estável, de acordo com nota do Real Hospital Português.

Continua após a publicidade

Publicidade