Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres mais velhas com homens mais novos: barreira que se rompe

Bem-sucedidas e bem resolvidas, as mulheres de meia-idade quebram um tabu e assumem abertamente a relação com rapazes bem mais jovens

Mulher bonita, bem-sucedida, admirada, três filhos adultos, separada há quase um ano ao término de um casamento de mais de duas décadas, posta nas redes sociais fotos e legendas românticas do fim de semana na praia com o novo namorado. Detalhe: ela, a apresentadora Fátima Bernardes, tem 55 anos; ele, o advogado pernambucano Túlio Gadelha, tem 30. A diferença de idade acabou sendo tão comentada — até mais, talvez — quanto a revelação de que a fila andou para Fátima. Mas o fato de a apresentadora, no imaginário nacional uma espécie de encarnação da mulher discreta e bem-comportada, vir a público mostrar que, sim, namora um rapaz mais novo é prova do esgarçamento do tabu que sempre envolveu esse tipo de relacionamento. “Ainda não podemos dizer que seja fácil. Mas, cada vez que um casal desses aparece, funciona como modelo para quem tem receio de assumir a relação”, diz a antropóloga Mirian Goldenberg, autora do livro Por que os Homens Preferem as Mulheres Mais Velhas?.

Uma demonstração inquestionável de que a mulher ser mais velha que o homem está deixando de ser um constrangimento para o casal é ver essa parceria extrapolar do showbiz, onde tudo pode, para o intolerante mundo da política, e de maneira espetacular: Emmanuel Macron, o presidente que a França elegeu em maio, é 25 anos mais novo que sua mulher, Brigitte. Os dois se conheceram na escola, ele estudante de 15 anos, ela sua professora, então casada e com dois filhos. Cientes de que o assunto ergueria sobrancelhas gaulesas até a linha do couro cabeludo durante a campanha, eles se anteciparam e deram entrevistas comentando abertamente o casamento. Resultado: o rótulo de garotão boa-pinta subjugado pela mulher forte e experiente, fator certo de perda de votos no passado, sucumbiu diante da imagem de casal maduro e de mente aberta. Macron, inclusive, está fazendo seguidores. O italiano Luigi Di Maio, 31 anos, recém-eleito líder do partido mais popular da Itália atualmente, o Movimento 5 Estrelas, com grande chance de se tornar primeiro-ministro na eleição de maio de 2018, é casado com Silvia Virgulti, dez anos mais velha.

Assine agora o site para ler na íntegra esta reportagem e tenha acesso a todas as edições de VEJA:

Ou adquira a edição desta semana para iOS e Android.
Aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Cesar Tomich

    Ela tem todo o direito de tentar, de acreditar, de sonhar, mas, imaginemos ele com 45 e ela com 70… Será que ele vai continuar com ela, enquanto muitas mulheres jovens vão estar cheias de sorrisos para ele?…. Acho difícil…. Quantos exemplos temos por aí?…

    Curtir

  2. ADMIRÁVEL MESMO, NINGUÉM MAIS TEM VERGONHA DE ASSUMIR QUE ESTÁ COM OUTRA PESSOA PELO DINHEIRO O FAMA, SE FOSSE POBRETA, NEM VÉIO QUERIA.

    Curtir

  3. A intenção é uma só sexo, o resto é filosofia barata.

    Curtir

  4. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Ela pegou esse ai para criar?

    Curtir

  5. Daniel Godoy

    Podia ser filho dela…

    Curtir

  6. Luiz Chevelle

    Quero ver mulher velha e pobre arranjar cara novo e sarado. É a mesma coisa de velho com grana que arranja gatinha.

    Curtir

  7. escolhas…..

    Curtir

  8. Gilberto Mendes

    O único defeito dele é ser POLITICO e o que é pior de ESQUERDA, aquela que deixou o Brasil na LONA. Faliu tudo que pegou nas mão e foi mais CORRUPTA e INCOMPETENTE que todos seus antecessores.

    Curtir