Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Mulher morre após 7h em poder do marido

Por Da Redação 23 jan 2009, 17h39

AETerminou de forma trágica um novo caso de cárcere privado na Grande São Paulo. Virgínia Aparecida Santa Chiara, mantida refém pelo marido, José Luiz Milani, desde o início da manhã desta sexta-feira, teve a morte anunciada por volta das 16h, pela Polícia Militar. A PM estava no local tentando negociar com o sequestrador, de 54 anos. Perto das 17h, ele se entregou. O crime ocorreu na rua Gilberto Dini, no Jardim Bom Clima.

A mulher teria cerca de 45 anos. As duas filhas do casal, de 9 e de 15 anos, também estariam em casa e teriam deixado a residência após a mãe ser baleada. O tiro que matou Virgínia foi disparado dentro do banheiro da casa e ouvido pelas meninas. O disparo atingiu a cabeça da vítima. Ainda não se sabe o que motivou o crime. A assessoria de imprensa da Polícia Militar confirma a morte, mas não fornece mais informações.

Publicidade