Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Mulher é assassinada na Galeria do Rock em SP

Vítima foi esfaqueada no pescoço por discutir com mulher do agressor

Por Eduardo Gonçalves 11 set 2013, 21h30

Uma mulher foi assassinada em um bar que faz parte da Galeria do Rock, centro comercial na região central de São Paulo, nesta quarta-feira. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima foi esfaqueada no pescoço por um homem com um canivete. O suspeito tentou fugir, mas foi capturado por policiais que patrulhavam a área. Ele estava com a arma do crime e um machado.

Segundo o relato de testemunhas à PM, o motivo do crime teria sido uma discussão entre a vítima – que ainda não teve o nome divulgado – e uma mulher que carregava um bebê no colo, apontada como mulher do suspeito. Antes de golpeá-la no pescoço, ele teria dito a ela para “não mexer com a sua esposa”. A mulher envolvida na briga não foi localizada pela polícia.

Testemunhas disseram que a vítima costumava frequentar o local e já conhecia o suspeito. Ambos faziam parte do movimento punk, segundo a Polícia Militar.

Fuga frustrada – Os oficiais capturaram o suspeito a algumas quadras da Galeria do Rock e o levaram de volta ao local do crime, onde pessoas que presenciaram o crime tentaram linchá-lo. Oficiais da Guarda Civil Metropolitana e seguranças da Galeria intervieram para evitar as agressões.

Duas pessoas que ajudaram o homem a fugir também foram detidas. Todos foram levados para o 3º Distrito Policial, em Campos Elíseos, no centro da capital.

Leia também:

A crueldade por trás de crimes que assustam o país

Continua após a publicidade

Publicidade