Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulher de 72 anos usa cartaz para procurar emprego em SP

"Não peço dinheiro porque o dinheiro acaba e o serviço, não", disse Tereza Viega, fotografada na Avenida Paulista nesta terça-feira

A foto de uma mulher pedindo trabalho por meio de um cartaz na Avenida Paulista, em São Paulo, foi divulgada no Facebook na tarde desta terça-feira e rapidamente viralizou. A imagem mostra Dona Tereza, 72 anos, oferecendo seus serviços de diarista ou passadeira, com seu telefone para contato. Em três horas a foto foi compartilhada por 1.000 pessoas.

A gaúcha Tereza Viega é analfabeta. “Pedi para a vendedora de uma livraria escrever o cartaz pra mim. Tem algum erro?”, disse a idosa, por telefone, à reportagem do site de VEJA.

Ela mora sozinha em um quarto de pensão na Barra Funda, bairro da zona oeste da capital paulista, e tem seis filhos, quatro deles vivendo em outro Estado. “Não peço dinheiro porque o dinheiro acaba e o serviço, não”, disse ao site de VEJA.

Ela conta que, após a divulgação de sua foto nas redes sociais nesta terça-feira, uma mulher ligou para oferecer uma máquina de costura. “Recusei porque não sei costurar. E gosto mesmo é de fazer faxina”. A popularização no Facebook já rendeu um serviço: Dona Tereza vai trabalhar como diarista todas as sextas.

Em 2012, Tereza foi personagem de uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo que mostrava sua ‘via crucis’ pela cracolândia em busca de sua nora grávida, viciada em crack.

A tradutora Alessandra Siedschlag criou uma vaquinha on-line para ajudar a idosa e apenas uma hora depois já havia arrecadado 3.000 reais. A quantia doada será entregue como presente de aniversário para Dona Tereza, que completa 73 anos no dia 16 de outubro.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Alcivando Lucio

    Enquanto vemos esta triste realidade, leio a notícia do bloqueio de 30 milhões na conta do PeTralha Palloci, referente a roubo do mesmo. Se no Brasil a justiça fosse igual para todos este crápula deveria fica atraz das grades até o fim de seus dias..

    Curtir

  2. Alcivando Lucio

    Postei um comentário agora por ter visto a notícia e feito comparação. Apareceu comunicado dizendo que eu já havia feito tal comentário. Por obséquio, publiquem o anterior?

    Curtir

  3. Cezar Pereira

    Dá para ver que ela é uma mulher digna e que prefere que lhe deem serviço para ganhar seu dinheirinho com honradez

    Curtir

  4. Gostaria de ajudar, como faço?

    Curtir

  5. Quero ajudar mas moro longe. Pensei em ajudar com créditos para o celular, mas o celular é dela mesmo? A página de doação não abre no meu PC. Acho que talvez possa ligar pra ela e pedir um número de conta pra fazer um depósito. Quero muito ajudar.

    Curtir

  6. Geovana Kelly

    Gente! Dá pra fazer uma doação pelo Vakinha! Eu acabei de fazer a minha! Estão querendo levar a contribuição pra ela no dia do seu aniversário, mds que vem!

    Curtir

  7. Renata Sobrosa

    Gostaria de doar … qual o numero da conta ?

    Curtir

  8. Sofia Rodrigues

    Conheci essa senhora pessoalmente hoje. Muito educada e simples, um amor de pessoa!

    Curtir

  9. Helena Scaglia

    Que sirva de exemplo para muitos que tem vergonha de dizer que trabalha como cozinheira👈 passadeira👈 arrumadeira👈 e no setor de limpeza o chamado diarista👈 creio que as pessoas não têm que ter vergonha de dizer😷 Afinal é um trabalho honesto digno de coragem o mesmo digo para os homens que trabalha na área de pintor de parede pedreiro e ETC Com certeza esse dinheiro é abençoado porque ele vem do seu suor do seu esforço🙌 eu Nas condições dela faria o mesmo pois pedir emprego não é vergonha é divino é digno👏👏 senhora😘

    Curtir